Na base do conhecimento está o erro

Posts tagged “PEC

Constatação

Os socráticos, ou melhor, os socretinos portugueses não gostam de orçamentos de estado.

Preferem os PECs socialistas!


Ainda não percebi

elfrascoon - O estertor

 

Confesso que ainda não percebi porque é que o PSD chumbou o PEC 4.

Já em Março de 2011, neste post, O PEC e o futuro, manifestei que o mesmo devia ser aprovado.
O PSD devia ter deixado José Sócrates fazer o que sabe melhor:
Gastar e viver numa realidade alternativa.

Assim, hoje, não haveriam fantasmas e a governação do país podia ser outra.


O PEC e o futuro

Na minha opinião, o PEC 4 não deve ser chumbado na Assembléia da República.

Sim, é verdade que este documento está pleno em medidas de cosmética, visando um curto prazo, que irão revelar-se nefastas para Portugal no futuro.

Mas só depois da queda absoluta de José Sócrates, i.e., também desejada pelos seus próprios apoiantes, é que a governação de Portugal pode vir a ser a que deve e tem que ser.


Congresso PSD (4)

Pedro Passos Coelho não é apenas a imagem e a voz da mudança no PSD. Também o é para o país.

E faz as perguntas certas.

Porque é tem que ser o PSD a ter sentido do responsabilidade?
Principalmente quando o PS demonstra não ter responsabilidade ao apresentar o PEC que apresentou.


Esclarecimentos à José Sócrates

Já no início de Fevereiro, o Primeiro-Ministro garantia na Assembleia da República (AR) que não haveria aumento da carga fiscal e que as contas públicas seriam controladas pela redução da despesa.

É por isso que, em concordância com o Orçamento de Estado recentemente negociado, nenhum ministério têm a possibilidade de gastar mais do que o anterior exercício.

Segundo José Sócrates, o agravamento de IRS não é aumento de impostos.
No entanto, e apesar da introdução da taxa de 45% sobre rendimentos superiores a 150 mil euros anuais, esta medida , para além de estar prevista no programa do Governo, não é um aumento de impostos devido à justiça fiscal.