Na base do conhecimento está o erro

Posts tagged “paulo portas

Sinais de recuperação. E a reforma do Estado?

Segundo o Instituto Nacional de Estatística, a economia portuguesa cresceu 1,1% no segundo trimestre deste ano.
A leitura que faço é que este crescimento, se se mantiver, pode significar que uma mudança estrutural na economia portuguesa. E, para todos os efeitos, estamos perante um resultado que deriva das medidas (e sim, nem todas foram boas) tomadas pelos anteriores Ministros das Finanças e da Economia.

Vozes sociais-democratas afirmam que estas políticas devem continuar.

Mas, onde anda a reforma do Estado?
Será que o Mr. 2,3 mil milhões de euros – Portas e equipa – vai deitar a perder tudo o que de bom foi feito por Gaspar e Santos Pereira?

Será que os políticos vão reiniciar o gasto acima das possibilidades?
E se assim for, para que serviram todos estes esforços?


Habemus … habemus!

Depois do irrevogável, tudo é possível.
Não sei que tipo de acordo foi conseguido. Sei que habemus … habemus.

Portas diz que o “acordo é bom para Portugal e para a coligação”.
Mas pouco revela ao Conselho Nacional do CDS.

Jorge Moreira da Silva afirma que o “entendimento reforça a coesão e estabilidade”.

Cavaco é o mais previsível. Sempre preferiu a estabilidade e é isso que vai exigir ou que exigiu.

A tensão e a instabilidade, interna e externa, aumentaram. Isso é incontornável.
Assim, o que temos são aparências, meras aparências.
Excepto a descredibilidade. Essa é bem real!

(oxalá esteja enganado).


Mr. 2,3 mil milhões de euros ou a quem passo o recibo?

PP 22a

Num só dia, a capitalização bolsista PSI-20 recuou 2,3 mil milhões de euros.

e não teve qualquer má intenção!


Image

Eu sou o mais caro!

ego ou poder

e não teve qualquer má intenção.


O plano está traçado

Paulo Portas demitiu-se ontem.
Os restantes representantes do CDS no governo demitem-se hoje.

Ainda há um longo caminho a percorrer.
Reparem que o Parlamento tem esta distribuição:

PSD 108; PS 74; CDS 24; PCP 16; BE 8.

Se o CDS se abstiver, o PSD sozinho tem mais deputados do que toda a oposição de esquerda e chumba a moção de censura. Logo, o CDS não se pode abster.

Mas o plano está traçado!


O actor das telenovelas vs Homem de Estado

 

O título deste post resume bem o que se passou ontem no debate entre Paulo Portas e José Sócrates. Este último é o verdadeiro actor de telenovelas (se dúvidas persistiam, ontem ficaram esclarecidas).

Já dizia William Shakespeare (1564-1613): “A multidão escolhe com os olhos e não com a razão”.
As telenovelas estão para ficar e Sócrates quer ganhar o prémio de melhor actor.


Alternativa

Há alternativa ao PSD (Passos Coelho) e ao PS (José Sócrates)?
Na minha opinião, há.

Paulo Portas!


Euforia ???

Pelos vistos, não são apenas os especuladores financeiros (nacionais e internacionais) que andam eufóricos. Os políticos portugueses também andam.

Há vários dias que se fala no assunto. A eventual saída do Primeiro-Ministro português.
O CDS-PP afirmou estar disponível para integar um governo de coligação, mas sem José Sócrates (aqui).

Pacheco Pereira defende o “afastamento voluntário” do Primeiro-Ministro como condição fundamental para a recuperação de Portugal (aqui).

Até o PS parece estar em polvorosa.
Luís Amado expressa a necessidade dum governo de coligação que traga estabilidade, coloca o seu lugar à disposição para esse efeito e adianta que a alternativa de Portugal é a saída do euro (aqui).  Naturalmente, esta frase correu o mundo e teve os seus efeitos nos juros da dívida portuguesa (aqui). Os soaristas andam em movimentações visando a substituição do Primeiro-Ministro por causa da sua descredibilização (aqui).
António Costa apoia a Francisco Assis como sucessor de José Sócrates (aqui).

Acordem!
Deixem de se preocupar com os idos de Março e pensem no que devem fazer para resolver os problemas de hoje.

Posso estar enganado, mas creio que José Sócrates só deixará de ser Primeiro-Ministro se perder eleições ou se o Presidente da República dissolver a Assembleia.

Se, até hoje, ainda não percebeu que é, efectivamente, a raiz do problema, irá admiti-lo agora?


Avisos à navegação (2)

 

Nova crise financeira irá assolar o mundo (aqui).


Avisos à navegação

À atenção dos candidatos às legislativas 2009:

Devido aos excessos que nos conduziram à crise económica mundial, um pouco de prudência e de contenção verbal com os sinais que se vislumbram não será demais. A retoma poderá ser curta.

E mesmo considerando esta possibilidade, há que não cair na tentação da demagogia e não criar falsas expectativas nem à população, nem aos agentes económicos.


Ironias

É indesmentível que o caciquismo é um fenomemo incontornável na realidade política nacional. A todos os niveis!
Deve a sua génese aos partidos políticos nacionais onde, infelizmente, é transversal.

Este senhor, que foi eleito Presidente do CDS-PP à custa do caciquismo, parece ter esquecido esse facto e não se coíbe de apontar o dedo aos outros.

Não é que não tenha razão, mas também deveria olhar para o seu próprio partido.