Na base do conhecimento está o erro

Posts tagged “moral

A esquerda (portuguesa) é estruturalmente intolerante!

Nadia Piazza 2018

(Foto: Jornal de Notícias)

.

Nádia Piazza aceitou integrar o grupo de coordenação do programa eleitoral do CDS-PP.

Naturalmente, a decisão não agradou a toda a gente. Nenhuma decisão o faz. Teve, no entanto, o condão de salientar algo que há muito define a esquerda portuguesa: a sua intolerância estrutural.

Que a esquerda sempre se considerou intelectualmente superior não é novidade. Todavia, recentemente, a esquerda também começou a demonstrar que se considera moralmente superior.

Não há justificação nenhuma para o que se lê sobre a Nádia Piazza devido a esta escolha. Nádia Piazza é uma mulher notável, que tem direito à sua opinião e livre escolha, a qual, independentemente de ser ou não coincidente com a nossa preferência, continua a ser merecedora de respeito. A maioria dos comentários são desprovidos de substância, revelando-se meros ataques de carácter.

E são inaceitáveis as referências pejorativas feitas ao sofrimento duma Mãe pela morte do seu filho. Inaceitáveis! Nada mais são do que falta de decência.

Ao ler este tipo de reacção, fazendo uso do léxico governativo, no limite, ainda vai ser afirmado que não se verificaram vítimas mortais nos incêndios de 2017.

Advertisements

Paladino(s) da Moral?

jorge-costa-be-2

Senhor deputado do Bloco de Esquerda, Jorge Costa, relativamente ao caso das licenciaturas falsas dos socialistas Rui Pedro Lizardo Roque e Nuno Félix, há aqui qualquer coisa que não está bem? O senhor aparenta ter os seus valores trocados. Então um comportamento criticável é motivo para que a sua prática seja repetida? Apenas porque são pessoas da esquerda que o fazem?

Este caso não devia estar encerrado para o senhor, nem tampouco para o Bloco de Esquerda. Aliás, tendo em conta postura moral que o seu partido se arroga, e que, pelos vistos, o senhor também, quem deveria exigir a demissão do Ministro da Educação eram os senhores.

Mas os senhores são paladinos da moral com pés de barro. E revelam-se perante o mais ínfimo franquear dessa realidade, reduzindo-se aos espantalhos que são, em cujo campo não existem sementes de coerência.

Razão tem a Rita Carreira: “Daqui a nada, estamos na Idade da Pedra… Este pessoal acha que, por um fazer mal, eles têm a prerrogativa moral de fazer pior.”


Declaração de interesses

 

Para aqueles que não me conhecem, e mesmo para os que já me conhecem, nenhuma das minhas intervenções de cidadania, públicas ou privadas, visa a moralidade quer dos meus concidadãos, quer do país.

Não conheço ninguém que seja 100% moral! Eu não o sou.
Por outro lado, penso que todos seremos 100% humanos.
Como tal, tudo aquilo que faço é na procura da decência, especialmente no âmbito pessoal.

Porém, há algo que toda e qualquer pessoa pode esperar de mim:
Perguntas!


É preciso ter lata (3)

Manuela Ferreira Leite criticou a política fiscal do Governo por a mesma essencialmente visar o aumento da receita.
Não é que não tenha razão, mas que moral tem esta senhora para dizer isto.

Quando foi Ministra da Finanças qual foi o montante de despesa que reduziu?

Mais valia estar calada.