Na base do conhecimento está o erro

Mantenho o que disse

A 18 de fevereiro de 2018, numa discussão sobre o liberalismo que a IL representa e defende, afirmei o seguinte.

Há uma diferença substancial entre uma opção individual e a sua prática dentro dos limites do individuo, que deve ser integralmente respeitada por todos, e querer impor essa opção aos outros como norma, diminuindo a liberdade e visando uma alteração de comportamentos. A minha opção merece o mesmo respeito que é dado a qualquer outra. O mesmo é válido para a opções das outras pessoas, independentemente de serem, ou não, idênticas às minhas.

Eu vejo a IL a participar em marchas e paradas para defender o critério da opção e responsabilização individual contra a imposição normativa, e não só, do Estado. Quando afirmam que isto é uma adesão da IL à “agenda da esquerda” só posso concluir que quem o faz não tem a mínima noção do que está a dizer.

Hoje, passados mais de três anos e meio, mantenho o que disse.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s