Na base do conhecimento está o erro

“Foi uma Festa”

Maria de Lurdes Rodrigues

Foi uma festa para o País, disse Maria de Lurdes Rodrigues, ex-Ministra da Educação, na comissão parlamentar de educação da Assembleia da República, sobre a Parque Escolar, considerando que esta é exemplo de boa prática de gestão.
A divida superior a mil milhões de euros desta entidade e os encargos da mesma é irrevelante.

(Também deve ter sido uma festa, e um bom exemplo de gestão,
o ajuste directo de 300 mil euros que atribuiu ao irmão do Paulo Pedroso.)

Onde é que esta senhora deveria estar? Está? Não!
É a Presidente do Conselho Executivo da Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento.

3 responses

  1. Albano Lemos Pires

    “Esta senhora devia estar presa. Está? Não!”

    Esta afirmação pode configurar o crime de difamação agravada. Não estou habituado a esta forma de estar no (in)transmissível que tenho acompanhado desde a sua criação.

    2012-04-11 às 11:30

    • VFS

      Bom dia, Albano.
      Peço desculpa, mas difamação?
      Embora não seja jurista, não vejo onde.
      De qualquer maneira, porque o post foi feito a altas horas da noite e porque realmente não condiz com a minha maneira de me expressar, eu reformulei a frase.
      Mas isto é um exemplo do que se passa em Portugal.
      Se fosse eu a fazer ou a ter permitido fazer, onde estaria?
      Não era na FLAD.

      2012-04-11 às 11:30

      • Albano Lemos Pires

        Continuo fiel à ideia de que todos são inocentes até prova em contrário. Maria de Lurdes Rodrigues não foi nem julgada nem condenada. Como muitas outras personalidades. Não acredito na justiça popular (tão ao gosto de Che-Guevaras e Troskys) e até tenho medo dela. Se alguém tem provas sobre alguma ilegalidade (não confundir com irregularidade) deve apresentá-las às autoridades judiciais, não fazer delas notícia sob pena de poder comprometer toda a investigação.

        Trabalhei na função pública durante 21 anos e dou graças por estar agora numa privada. É absolutamente impossível fazer o quer que seja no estado sem cometer alguma vez alguma irregularidade, a não ser, claro, que nada se faça.

        Durante anos Portugal teve (e parcialmente ainda tem) um parque escolar terceiro-mundista. Lembro-me dos meus anos de secundário quando esperava por chegar a casa para ir ao quarto de banho. Voltei a visitar muitas escolas nos anos 90 quando trabalhei no extinto (por engano) IIE – Instituto de Inovação Educacional de António Aurélio da Costa Ferreira, uma instituição com mais de 70 anos (hoje teria mais de 80) e o panorama era o mesmo de quando estudei.
        O ano passado, por causa de umas parcerias, visitei escolas que eu frequentei e fiquei absolutamente estupefacto com a qualidade das instalações de que agora usufrue a nossa juventude.

        Terá havido derrapagens? Talvez, mas nem sei nem me compete averiguar. Há entidades para o fazer. Que acredito as tenha havido? Muito possivelmente pois a funcionar como as chamadas “Construções Escolares” do meu tempo de estudante (em que para substituir uma tampa de uma sanita era necessário preencher impressos e gastar selos que ultrapassavam o valor da dita tampa) ainda hoje se estariam a analisar os projectos e já se teria gasto o mesmo.

        Nota: a correcção que fez ao texto faz toda a diferença e mantém a elevação deste blogue.

        Quanto à questão que me colocou de onde estaria, bem, o que posso dizer é que durante os 21 anos que trabalhei na função pública cometi centenas de irregularidades (como preencher formulários e requisições DEPOIS dos trabalhos estarem prontos) pois de outra forma nada se faria e esse não era o meu perfil de funcionário. O que me aconteceu? Nada. Nem deixo de dormir por saber que ao menos, mesmo que atropelando uma ou outra regra, fiz o que se esperava de mim.

        2012-04-11 às 14:39

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s