Na base do conhecimento está o erro

Archive for 2010-12-03

Cavaco, o adivinho

O actual Presidente da República e candidato presidencial, Cavaco Silva, afirmou ter previsto (e avisado para) as circunstâncias do Portugal contemporâneo há sete anos atrás através de diversos artigos que publicou (aqui).

Então, será que também pode referir o que fez para evitar que as mesmas se concretizassem? Ou apenas chega avisar para ficar com a consciência tranquila?

Este homem não tem vergonha!

Aparentemente, Cavaco Silva é um novo Pilatos. Só não sei se lavou as mãos?


Sem-vergonha!

Francisco Assis

Adoro os exemplos dados pelos [ditos e confessos] amantes da liberdade e da democracia.

Na Assembleia da República, com o objectivo de condicionar o voto dos deputados, já não basta castrar a liberdade e a consciência individual através da disciplina de voto. Não! A chantagem do líder(?) da bancada parlamentar também é necessária.

Francisco Assis dispensava esta postura. E diz que tem condições para continuar a liderar a bancada do PS (aqui). Infelizmente, nenhum dos deputados do PS foi capaz de dizer não. Houve umas abstenções e uns poucos pedidos de declaração de voto.

Nenhum destes senhores tem noção do que é a liberdade e está preparado para gerir o país nos tempos que se aproximam!

(Reafirmo que considero que a disciplina de voto é o segundo pecado da democracia).