Na base do conhecimento está o erro

Transitoriedade – eis o regente dos nossos dias … e dos que virão

É urgente olhar para o mundo que nos rodeia com olhos de ver.

Acabaram-se os empregos duradouros e também vão terminar os empregos de 5 anos.

A transitoriedade é inevitável!

E esta condição não decorre do capital ou da exploração.
Decorre do avanço tecnológico!

O mundo já não é o dos nossos pais. E não será o dos nossos filhos ou netos.

One response

  1. Maria Antónia Anacleto

    Plenamente de acordo, Vicente.

    2012-09-25 às 0:09

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s