Na base do conhecimento está o erro

Archive for 2009-09-08

Na blogosfera

“Ouvir Francisco Louçã deixa-me de olhos esbugalhados em frente à televisão a pensar que mais cedo ou mais tarde terei de pedir exílio. É completamente incompreensível que o quadro político-partidário português, ao fim de mais de três décadas de democracia, tenha como grande esperança o Bloco de Esquerda. É tempo de reflectirmos a sério sobre duas coisas: para que lado segue um país que continua com um sério preconceito em votar à direita e por que motivo se revêem as pessoas num partido cuja ideologia repugna a maioria dos seus eleitores (ainda que não tenham consciência disso)? O Bloco é um partido fortemente vincado pelo comunismo, marxismo, leninismo, maoísmo e outras alarvidades terminadas em “ismo”. Com o passar do tempo, tudo isto foi desprezado pelas pessoas, assustadas com novas ditaduras. O Bloco não é democrático. Tudo aquilo é demagogia …”


Ironias

É indesmentível que o caciquismo é um fenomemo incontornável na realidade política nacional. A todos os niveis!
Deve a sua génese aos partidos políticos nacionais onde, infelizmente, é transversal.

Este senhor, que foi eleito Presidente do CDS-PP à custa do caciquismo, parece ter esquecido esse facto e não se coíbe de apontar o dedo aos outros.

Não é que não tenha razão, mas também deveria olhar para o seu próprio partido.