Na base do conhecimento está o erro

Sobre as maiorias e o exercício do poder.

A democracia está assente no Estado de Direito e não no direito do Estado. Por essa razão, por o Direito estar acima do Estado, também a população deve ser protegida da ditadura das maiorias. As maiorias, depois de eleitas, não estão legitimadas para se servir do povo. Antes pelo contrário. Como adquirem poder acrescido com a eleição, devem utilizá-lo em prol do povo, começando por algo muito simples: respeitar quem os elegeu.
Nesse sentido, é desejável ser o mais transparente possível na gestão do dinheiro dos contribuintes.

Em democracia, poder não é dado.
É confiado. Temporariamente!

As “maiorias”, principalmente as que são eleitas democraticamente, não estão isentas de respeitar os princípios consagrados e/ou referidos na Constituição. Para isso é essencial a observação de alguns valores, entre os quais a transparência.

Que razão pode obstar à transparência? Há decisões que são inadmissíveis. Especialmente se forem tomadas por partidos que não defendem ideologias totalitárias. Não basta parecê-lo. Há que sê-lo.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s